MBA no Canadá – cenário recente

As escolas de negócios no Canadá e na Austrália estão verificando um  aumento significativo do interesse da nova geração mundial de potenciais estudantes de MBA, mostra um estudo feito recentemente.

Os EUA continuam a serem o destino mais popular do mundo para obter um diploma de MBA. A única parte do mundo, na verdade, onde os EUA não são o lugar preferido para obter-se o MBA pela maioria dos candidatos é a região da Europa Ocidental, onde existem muitas opções viáveis ​​de prestígio. Lá, os candidatos europeus se fartam de excelentes opções locais.

No geral, 65% dos candidatos que responderam ao estudo disseram preferir os EUA como destino de MBA. O segundo destino mais popular para um MBA foi o Reino Unido escolhido por 41% dos entrevistados, seguido pelo Canadá (23%) e França (23%) . Canadá tem essa preferência, em grande parte, graças às regras liberais de visto de trabalho e de posterior visto permanente de moradia, qualidade de vida, crédito, sistema de saúde e segurança.

Candidatos a MBA preferindo estudar no Canadá triplicaram nos últimos quatro anos.

Há apenas quatro anos atrás, o Canadá foi o destino preferido para os candidatos de MBA em apenas 8% dos entrevistados desta pesquisa, um número que foi cerca de um terço da demanda atual. Mas as políticas de vistos de trabalho cada vez mais liberais, como dissemos, para os imigrantes que se formam a partir de universidades canadenses e uma postura mais agressiva em publicidade mundial por escola de negócios no Canadá representaram a diferença para esse crescimento significativo na procura.

A Universidade de Rotman Escola de Toronto, em particular, tem sido muito agressiva no recrutamento de candidatos da Índia e da China. Com uma estratégia de aumento significativo do tamanho de sua classe à entrada dessas nacionalidades. A escola também tem de confiar cada vez mais no recrutamento internacional para atingir suas metas de crescimento. O país também possui uma impressionante concentração de escolas de qualidade superior. Além de Rotman, existe a McGill University’s Desautels Faculty of Management, a Western Ontario’s Ivey School of Business, a University of British Columbia’s Sauder School of Business, a York University’s Schulich School of Business e a Queen’s School of Business.

QUASE UM TERÇO DOS CANDIDATOS DA AMÉRICA LATINA PREFERIRAM O CANADÁ PARA CURSAREM O MBA.

O aumento da proeminência global de escolas canadenses pode ser visto pela distribuição uniforme dos entrevistados destacando-o como uma preferência de estudo, variando de 12,8% na Europa Ocidental para tão alto quanto 30,3% na América Latina, segundo o estudo.

Ao todo, 4.122 candidatos responderam à pesquisa.

A PREFERÊNCIA POR ESCOLAS  ESPANHOLAS DECLINOU CONSIDERAVELMENTE.

O interesse em se candidatar para um MBA na Espanha, onde um trio de escolas de negócios surgiu como entre os melhores do mundo, está começando a minguar, mostra o estudo. 2013 tem visto uma grande queda em candidatos  interessados ​​em estudar na Espanha, de níveis de 23,7% em 2012 para apenas 16,2% em 2013, mostrou o estudo. Presumivelmente, o declínio do interesse é devido ao estado da economia espanhola, uma das piores na Europa Ocidental e o medo de como as empresas esãoenxergando essas escolas de negócios na Espanha.

Outro fator presente na pesquisa é que um notável número de 9% dos candidatos da Europa Ocidental estão agora interessados ​​na China.

Hoje, os candidatos de MBA exibem uma vontade grande em considerar uma gama muito maior de destinos de estudo. Destinos como o Canadá e a Austrália emergindo como desafiantes ao domínio tradicional dos EUA e do Reino Unido. 2013 tem visto um grande aumento nos candidatos interessados ​​ao Canadá (+ 5,4%) e à Austrália (+ 4,8%), sublinhando a sua emergência como grandes players globais.

Prepare-se conosco para esses destinos :

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Comentário (obrigatório)