Quanto custa (realmente) um MBA ?

Por Vivianne Wright

Nestes tempos difíceis que o nosso país está passando, ocorre que com frequência escuto pessoas comentarem que irão adiar os planos de estudar fora por conta do dólar alto, e que por consequencia um MBA agora custará 500 mil reais.

Primeiramente, gostaria de salientar que nenhum programa custa, de fato, tudo isso. Na verdade, nem perto disto. Se pegarmos por exemplo a minha alma mater, Harvard – uma das Universidades mais caras do mundo – o valor total do programa de MBA, pelos 2 anos, incluindo despesas pessoais (moradia, alimentação, seguro saúde, etc) custa 102 mil dólares por ano. Aí você irá me dizer: “Pois bem, em 2 anos são 204 mil dólares, o que há pouco tempo atrás era 800 mil reais”. Ok, mas eu responderia que você está somente olhando números, e não a situação. Vamos considerar os pontos.

Bem, vamos por partes. É um ledo engano quem pensa que está pagando por um MBA. Quem paga pelo MBA são as empresas que recrutam lá dentro – são as McKinseys, Pfizers, Googles da vida que pagam pela grande parte dos custos destes programas por meio doações ao “endowment” da faculdade. Para se ter uma idéia, o endowment da HBS em 2014 era de – pasme – 3 bilhões de dólares! Tais doações se dão para empresas terem um livre transito (e por que não, primeira escolha) que potenciais recrutas de seus programas de MBA.Agora você está pensando, “E aquele dinheiro todo que eu vou pagar?” Bem, vamos falar sobre ele.

Quando você recebe aquela linda mensagem de aceite de uma business school, passado o êxtase do resultado, você terá vários assuntos para colocar em ordem. Primeiro, quando você responde à escola que você irá dar sequência à sua matricula, este é realmente o dinheiro que você irá desenbolsar – cerca de 6 a 8 mil dólares. A partir daí você passará a receber contatos do Financial Aid Office da escola, sobre o seu financiamento. Sim, financiamento – todos estes programas são 100% financiáveis, inclusive seus custos pessoais. Então lembra aqueles 102 mil dólares que falamos no início deste post? Pois bem, descontado a matricula, este é o valor que você irá poder financiar, a juros “de primeiro mundo” – 8 a 10% ao ano, em média. Melhor do que um financiamento imobiliário no Brasil!

Bem, a essa altura, você já deve estar questionando, “tudo bem, tenho a grana para um ano lá – falta metade!”. Sim, falta metade. Você receberá a proposta para financiar o segundo ano também – mesmos juros, mesmo prazo para inicio do pagamento 6 meses depois do término do seu programa. Mas aqui mora o “pulo do gato” – você provavelmente nem precisará financiar seu segundo ano. Terminado seu primeiro ano, você estará “contratado” para o Summer Internship em alguma empresa que te recrutou dentro do MBA. Bem, são 3 meses de estágio, a uma média de 10 mil dólares por mês de salário. Este valor já cobre despesas pessoais do segundo ano. E se você fizer tudo como deve (afinal, te recrutaram para o Summer Internship por ter chance real de efetivação ao final do programa) você receberá uma proposta de efetivação na empresa que estagiou. Como a empresa te recrutou dentro do MBA, é praxe de mercado as empresas oferecerem um “signing bonus” como parte da contratação. Estas “luvas” chegam a atingir 50 mil dólares para o mercado financeiro, e em outros setores giram em torno de 35 mil dólares. Pretty sweet!
Ainda sobre despesas pessoais, em geral, este é um item que as pessoas “somam” ao custo total de um MBA, mas na realidade, é preciso levar em consideração que despesas pessoais existem, independentemente de se você está estudando em um MBA ou residindo no Brasil. A real pergunta então seria, “existe um custo de oportunidade, considerando que eu não estarei trabalhando?”. Sim, este custo existe – no entanto, ele é financiado junto com o programa de MBA. Quando você é aceito em um MBA de ponta, inicia-se imediatamente o pedido de financiamento para o primeiro ano de curso, e isso inclui despesas pessoais. Sobre o custo de oportunidade, na realidade, como você só inicia o pagamento do financiamento 6 meses após o término do MBA e estes programas tem 97% de empregabilidade em 3 meses após a graduação, como se diz nos EUA, “do the math” o seu custo de oportunidade sumiu….

Portanto, considerando que as despesas pessoais e de seguro saúde você teria indo ou não ao MBA, e que ao ir ao MBA você ganhará até 80 mil dólares a mais – só por ir cursar um MBA – eu diria que o custo real de um programa como Harvard é de 71,635*(2) – 80,000 = 63,270 dólares. Que você começa a pagar depois de estar empregado a uns 3 meses já…

Por último, considerando uma média salarial de 130mil dólares ano, eu diria de aquele valor de 800 mil reais, ou um apartamento de luxo, como costumam de dizer, está mais parecido agora com uma casinha de sapé….

O que você está esperando para ir?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Comentário (obrigatório)